quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Team Ninja quer amadurecer os seus Jogos!


O chefão do Team Ninja, Yosuke Hayashi, acredita que os fãs da série Dead or Alive cresceram e não querem mais apenas seios grandes e sim lutadoras de verdade. Em entrevista ao site Gamasutra, Hayashi diz que é hora de superar o passado da franquia.
“Até agora, na série, nosso foco era algo como uma revista para garotos de escola, com as mulheres retratadas daquele jeito”, ele diz. “Sempre tivemos o fator sexual nos jogos. No passado, as personagens femininas tinham que ter seios grandes e vestidos minúsculos.”
Agora, para Dead or Alive 5, o Team Ninja quer apresentar mulheres de verdade: “Estamos tentando focar nas mulheres de verdade à nossa volta. Na voz, nos maneirismos. Estamos sendo bem realistas sobre isto. Queremos mostrar algo com mais classe, que os homens adultos da nossa geração possam olhar para uma mulher [no jogo] e se impressionarem com ela como mulher, não apenas como uma pin-up”, ele completa.
A reputação da série Ninja Gaiden também deve será influenciada por esta mudança de mentalidade, já que Ninja Gaiden 3 também contará com temas adultos, mas sem a violência gratuita pela qual a franquia é conhecida. “A velha equipe ficou famosa por fazer jogos com apenas dois elementos principais: sexo e violência. Era óbvio demais”, afirma Hayashi.

“Com esta nova equipe, queremos levar os jogos para um novo nível, para uma direção que contenha experiências emocionais que movam os jogadores. Em vez de termos simplesmente violência pela violência e emoções passageiras, queremos dar um significado à violência: Por que ela acontece? Queremos ligar violência à emoção”, e conclui: “Queremos criar jogos para um público mais maduro, que possam fazer os adultos pensarem.”

Dead or Alive 5 ainda não possui data de lançamento, mas sai ainda este ano para PlayStation 3 e Xbox 360. Já Ninja Gaiden 3 chega às prateleiras no dia 20 de março também para PS3 e Xbox 360, além de uma versão para o Wii U programada para o fim do ano.

Fonte: Techtudo

Achei bem interessante esta matéria que encontrei. Não é que alguém esta pensando nos fãns de verdade (sim Capcom - estou olhando para você! o.Ó). A Team Ninja possui duas franquias com públicos bem específicos, que, creio eu, sejam em maioria os de longa data. Interessante a forma como pensaram nos coisas..mas ainda assim, acho que a violência não precisa ser o tema principal de um jogo..e ele também não precisa girar em torno de sangue, golpes e porrada. Você pode pegar uma coisa que contenha luta, ação, emoção e girar isto em torno de alguma coisa que não seja tão apelativa, e atraia um publico que quer mais game, e menos sangue/sexo.
Bem, esta é minha humilde opinião sobre o negocio. O que vocês acham?? O.o
Fernando Augusto Pereira Web Developer

Como todo desenvolvedor de softwares, com pouco auto-estima, vejo nos videogames algo que a vida real não mostra. Jogador veterano de Monster Hunter, RPGista entusiasta, e meio barulhento quando o assunto é Fighting Games, um ser vivo que consegue desperdiçar seu valioso tempo da melhor forma possível. O que como? Onde durmo? Daonde tira tantas ideias idiotas? Hoje, no Globo Reporter!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...